Matérias Por Trás da Dublagem

Baú da Dublagem: Casal 20.

Casal 20 é mais uma das inúmeras produções inspiradas em “The Thin Man” do escritor Dashiell Hammett (de O Falcão Maltês), e chegou à televisão pelas mãos do escritor Sidney Sheldon, com roteiro de Tom Mankiewicz, alcançando um grande sucesso no mundo todo. A série estreou nos EUA no dia 25 de agosto de 1979 e após 110 episódios foi cancelada em 1984.

Na série Jonathan Hart (Robert Wagner) é dono de um conglomerado de empresas e encontrou em Jennifer (Stefanie Powers) o par ideal: alegre, bonita e assim como ele adorava deixar o trabalho de lado e de forma amadora investigar crimes, ajudando pessoas que necessitavam. Por isso, o milionário Jonathan não pensou duas vezes antes de pedir a jornalista e escritora Jennifer em casamento.

O casal era tão perfeito que Jonathan também brincava que escolheu Jennifer para não ter de mudar os monogramos da casa, já que ambos tinham as mesmas iniciais. A união dos dois criou um casal rico, charmoso, bem sucedido profissionalmente, que levava uma vida excitante morando numa mansão em Bervely Hills.

Juraciára Diacovo e André Filho, bons amigos e uma sintonia perfeita na dublagem.

Junto com o casal Hart, morava o fiel e bem humorado mordomo Max, embora seu sobrenome seja um mistério, sabemos que o seu nome é “Maxwell”. Ele costumava chamar os patrões de “senhor e a senhora H” e não pensava duas vezes antes de ajudá-los em suas aventuras. Além de Max o casal 20 contava com a companhia do cachorrinho Freeway, que foi encontrado ao lado de uma rodovia e por isso recebeu esse nome.


A dublagem brasileira.


No Brasil, a série Casal 20 tornou-se sucesso desde a primeira temporada, quando foi exibida pela Rede Globo a partir de 1980. Com média de 65 pontos de audiência era transmitida todas as terças às 23h. Na ocasião, a expressão “Casal 20″ acabou se popularizando no país sendo usada para caracterizar os casais apaixonados, em que ambos mereciam a “nota 10”, por esse motivo, chamados pelo nome do programa.

Leia Também:  Dublagem passa a ser o novo padrão da TV paga.

O grande trunfo da dublagem brasileira realizada para o seriado está na qualidade excepcional da dupla protagonista de dubladores. Juraciara Diácovo, então com 37 anos de idade, era conhecida na época principalmente pela extraordinária atuação em Cabaret onde fez a voz de Liza Minelli. André Filho de 34 anos, era a voz do Homem de Seis milhões de Dólares e tinha muito prestígio junto à Rede Globo.

A dublagem inicialmente iria para a Telecine e de cara Juraciara foi chamada para dar voz à Jennifer Hart sem que houvesse nenhum teste, tamanha a confiança no seu trabalho. André Filho que na época possuia desentendimentos com a empresa, não aceitou o papel, mas a Globo, que fazia questão da voz dele na interpretação de Jonathan Hart, preferiu trocar o estúdio enviando a série para a Herbert Richers, onde finalmente André pôde realizar a dublagem.

André Filho e Juraciara Diacovo durante a dublagem de Casal 20.

A dublagem, que tornou-se memorável, tinha ainda como coadjuvante de luxo um dublador da qualidade de Orlando Drummond. Entre as vozes que apareceram durante os episódios ouvimos dubladores do porte de Newton Da Matta, Darcy Pedrosa, Sônia Ferreira, Neusa Tavares, Viviane Farias, José Santana, Edna Mayo e João Francisco Turelli, naquilo que é considerado a fase áurea da Herbert Richers.

Na época de maior sucesso da série uma amiga em comum fez a ligação entre os atores Robert Wagner e Stephanie Powers e seus dubladores brasileiros. Embora os dois casais nunca tenham chegado a se conhecer, várias cartas foram trocadas em português. Robert Wagner, que dominava o português, pediu aos dubladores que enviassem uma fita dublada, pois desejava saber como Jonathan conquistava Jennifer em português. A fita foi enviada e o ator gostou muito do trabalho dos brasileiros.

Leia Também:  Termina dublagem de Akashic Records of Bastard Magic Instructor.

Quando a última temporada da série foi dublada, Juraciara Diácovo não estava mais na Herbert Richers, dessa forma a voz de Jennifer Hart acabou recebendo a dublagem de Mônica Rossi.

Apesar de ter passado muitos anos da sua estreia no Brasil e de André Filho e Juraciara Diácovo terem realizado inúmeros outros trabalhos de destaque, eles ficarão na memória do público como o eterno “Casal 20” da televisão brasileira.

Confira os dubladores abaixo:


Jonathan Hart
(Robert Wagner)
André Filho

Jennifer Hart
(Stefanie Powers)
Juraciára Diacovo

Max
(Lionel Stander)
Orlando Drummond
Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *