Banner Matérias Notícias

Conversamos com a voz brasileira da Barbie, Flávia Saddy.

Entrevista realizada por Izaías Correia

Flávia Fernandes Saddy nasceu no Rio de Janeiro no dia 12 de dezembro de 1978. É uma atriz, dubladora, diretora de dublagem e locutora esportiva brasileira. É filha de Marlene Costa e irmã de Fernanda Baronne, também dubladoras.

Começou a carreira ainda criança, fazendo a dublagem da novela mexicana Carrossel. Veja uma matéria bastante completa sobre essa dublagem aqui.

É a voz brasileira mais frequente das atrizes Natalie Portman, Kristen Stewart, Margot Robbie, Anna Kendrick, Tara Reid e Alison Brie. Também dublou a Mulher Maravilha (Gal Gadot) na franquia de filmes da DC.

Entre inúmeros trabalhos consagrados fazendo séries e animações, desde 2001 interpreta Barbie. Com a chegada do filme em live-action da personagem, protagonizado por Margot Robbie, a dubladora assumiu também a voz brasileira da figura maior da Mattel.


“Então quando eu descobri que iria dublar a Barbie, o que mais veio na minha cabeça foi: “gente, a minha infância, eu tô realizando um sonho, uma coisa de sonho de infância, ser a Barbie”

Flávia Saddy

Flávia Saddy

Mensagem de Flávia Saddy

Dublagem Brasileira – A Barbie começou a ser dublada por você em 2001, qual foi sua reação ao saber que começaria a fazer a voz brasileira da personagem?

Flávia Saddy – Quando eu comecei a dublar a Barbie em 2001 na verdade foi um processo de teste. Foi na Double Sound, no estúdio Double Sound, e eu fiz alguns testes, se não me engano três ou quatro testes. Uns dois primeiros de seleção mesmo, foram diminuindo as pessoas e no último teste eles pediram muito para tirar o sotaque carioca. Então a gente fez um teste com sotaque bem neutro e eu acabei passando. Até então no teste eu não sabia que ia ter a animação da Barbie, eu não estava ligada, não estava antenada, mas quando eu soube que ia fazer teste pra Barbie eu fiquei extremamente feliz!

Flávia Saddy

Fazer a Barbie

“Quando eu soube que eu iria fazer teste pra Barbie eu fiquei muito feliz!”

DB – Você ficou 7 anos sem fazer a dublagem da personagem. Por que isso aconteceu? 

FS – Eu dublei a Barbie de 2001 a 2015 e o cliente em 2015 falou que queria outra voz, isso quem me falou foi o estúdio. Eu fiquei triste, fiquei bastante triste, mas isso acontece na dublagem, não é uma coisa que nunca aconteceu, mas eu não podia fazer nada, né? E a pessoa que entrou poderia ficar triste, não teria como! Mas os fãs ficaram bastante chateados.

DB – Como eles reagiram?

FS – Eles me perguntavam, assim… eu não tinha muito o que dizer até porque eu não sabia necessariamente por que pediram para substituir, nunca teve uma explicação de fato. E aí fizeram muitos abaixo-assinados, nossa! Foram vários abaixo-assinados. E no final de 2022 a Barbie já estava em outro estúdio e a dona que sempre foi fã do que eu fazia, perguntou para Mattel: “mas por que vocês tiraram a Flávia?” e eles falaram: “Ué, mas a gente não tirou!”, e ficou meio que um mal-entendido. Então eles pediram: “Então vamos fazer um teste de novo com ela, se der ela volta”. Aí eu fiz o teste e no final de 2022, tudo que era novo, temporada nova eu comecei a fazer de novo nos desenhos, nas animações e eu fiquei muito feliz quando eu voltei a fazer, eu fiquei muito, muito feliz mesmo!

Flávia Saddy

Um Período Sem Dublar a Barbie

“Os fãs ficaram muito chateados … Fizeram muitos abaixo-assinados”

DB – A boneca Barbie esteve presente na sua infância de alguma forma? 

FS – Desde pequena eu brinco de Barbie, foi a brincadeira que mais teve na minha infância. Eu pedia só Barbie de presente. Eu tenho irmã, a Fernanda Baronne que é dubladora também, e a idade é muito próxima. A gente brincava muito de Barbie. Então quando eu descobri que iria dublar a Barbie, o que mais veio na minha cabeça foi: “gente, a minha infância, eu tô realizando um sonho, uma coisa de sonho de infância, ser a Barbie, né?”. Eu amava brincar de Barbie, eu acho que brinquei de Barbie até uns 14 anos.

Flávia Saddy

Barbie na infância

“Desde pequena eu brinco de Barbie. Foi a brincadeira que mais teve na minha infância.”

Flávia Saddy, a voz brasileira da Barbie.

DB – É verdade que parte do elenco foi dublar de rosa pra entrar no clima da produção? De quem foi a ideia?

FS – Quem fez a direção de dublagem foi a Flávia Fontenelle, foi teste pra Margot, eu fiz teste com a Evie que também já tinha dublado a Margot na Arlequina e a ideia de ir de rosa foi minha, eu falei: “vamos todo mundo de rosa?”, e aí foi todo mundo de rosa, a supervisora Marcia, ela (Flávia Fontenelle), pra entrar no clima, porque eu acho que tem todo esse contexto. E aí eu fiquei muito feliz quando eu vi as pessoas todas indo de rosa pro cinema, acho que foi uma ideia coletiva isso. Acho que traz a gente mais pra perto da coisa. Foi muito legal!

Flávia Saddy

Entrando no Clima

“E a ideia de ir de rosa foi minha, eu falei: ‘vamos todo mundo de rosa?’ “

DB – Houve uma coincidência da Margot Robbie interpretar a personagem, ou seja, dois nomes já dublados com muita frequência por você. O universo conspirou para que em frente ao microfone você fizesse esse trabalho? 

FS – Eu acho que o universo conspirou um pouquinho sim, porque eu já dublei a Margot 12 vezes e amo fazer a atriz, amo fazer a Barbie, foi um personagem que me deu um alcance muito grande com o público, então desde que eu soube que a Margot iria fazer a Barbie, eu joguei pro universo, eu disse: “universo, eu quero muito fazer”, e foi teste como eu te falei porque a Evie também já tinha dublado a Margot, mas acabei passando no teste, então fiquei muito feliz e grata ao universo!

Margot Robbie como Barbie no live-action da personagem.

Flávia Saddy

Feliz Coincidência

“Desde que eu soube que a Margot iria fazer a Barbie, eu joguei pro universo”

DB – Quem é mais gostoso ou difícil dublar? A Barbie ou a Margot?

FSEu acho que é mais difícil de dublar a Margot, por quê? Porque a Barbie, apesar de serem personagens diferentes ao longo dos anos, filmes diferentes, personagens diferentes, a essência da Barbie era a mesma. E a Margot, nos live-actions, cada um é de um jeito. No Eu Sou Tonya, é tudo muito intenso o que a Margot faz! Foi muito intenso o Babilônia, foi extremamente intenso, eu saí do estúdio parecia que eu tinha feito uma malhação. Foi incrível fazer! Mexe com minha zona de conforto, sai da minha zona de conforto. A Barbie talvez seja mais a minha zona de conforto.

Flávia Saddy

Barbie ou Margot?

“Eu acho que é mais difícil de dublar a Margot “

DB – Flávia, deixe uma mensagem para seus fãs e visitantes do DB.

FS – Eu queria mandar um beijo pro pessoal do DB, Dublagem Brasileira e dizer que eu tô muito feliz de participar com vocês dessas perguntinhas aí. Um beijo a todo mundo que curte a nossa dublagem, tchau!

Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.