Matérias

DUBLADORES

Coadjuvantes em séries dos anos 60

10

Marcelo Gastaldi

Marcelo Gastaldi

Carlos Ramirez
Alejandro Rey

A Noviça Voadora

A série A  Noviça Voadora estreou na televisão brasileira em 1968 na TV Excelsior trazendo um caprichado trabalho de dublagem feito pela AIC. O rico e mulherengo dono do cassino A Go-Go foi dublado por Marcelo Gastaldi em um dos primeiros destaques da sua carreira. 

9

marcosplonka

Marcos Plonka

Hans G. Schultz
John Banner

Guerra, Sombra e Água Fresca

Em Guerra, Sombra e Água Fresca, Schultz tinha um carregado sotaque alemão, feito primorosamente por Marcos Plonka, que errava a concordância nominal nas frases, algo muito parecido com o que fez na Escolinha do Professor Raimundo com o Samuel Blaustein. O resultado é engraçadíssimo!


8

Carlos Alberto Vaccari

Carlos Alberto Vaccari

Mingo
Ed Ames‎‎

Daniel Boone

O índio Cherokee, Mingo, ganhou um vozeirão ao ser feito na versão brasileira por Carlos Alberto Vaccari. O personagem tinha muito carisma no auge da série, quando essa chegou à televisão brasileira em 1969 dentro do programa Clube do Capitão Aza.

7

Mário Jorge Montini

Mário Jorge Montini

Chefe
Edward Platt

Agente 86

Agente 86 foi apresentada inicialmente em 1966 pela TV Record, com versões realizadas pela Cinecastro, AIC – SP e Herbert Richers, todas com Mário Jorge Montini fazendo o  Chefe, dessa forma o personagem ficou marcado no Brasil com a voz do dublador.

6

Turíbio Ruiz

Turíbio Ruiz

Coringa
Cesar Romero

Batman

Trabalho de dublagem irretocável o produzido por Turíbio Ruiz para o arqui-inimigo do Batman. O Coringa na versão brasileira de Ruiz é debochado e lunático na medida certa e contribui demais para a aceitação da versão brasileira do seriado.

5

ronaldobaptista

Ronaldo Baptista

Tenente Rip
James Brown

As Aventuras de Rin-Tin-Tin

O Tenente Rip de As Aventuras de Rin-Tin-Tin é sem dúvida um dos mais importante trabalhos da carreira de Ronaldo Baptista. A série foi uma das primeiras a ser dublada para a nossa telinha, e estreou no Brasil pela TV Record em 1961.

4

Flávio Galvão

Flávio Galvão

Major Anthony Nelson
Larry Hagman

Jeannie é Um Gênio

O Major Anthony Nelson chegou a ter outros dois dubladores, mas ao ser feito por Flávio Galvão encontrou uma combinação perfeita de imagem e voz. Galvão vestiu perfeitamente o personagem a partir da terceira temporada ficando até o final da série.

3

Mário Monjardim

Mário Monjardim

Festus Haggen
Ken Curtis

Gunsmoke

Primeiro grande trabalho da carreira de Mário Monjardim, Festus Haggen faz parte da enorme lista de caipiras que o dublador compôs na versão brasileira. Os telespectadores adoravam o carismático personagem, sem perceber que grande parte do jeitão dele era fruto do trabalho de Monja. 

2

Olney Cazarré

Olney Cazarré

James Stephens
Dick York

A Feiticeira

Nessa que é uma das melhores dublagens realizada para a nossa telinha, Olney Cazarré dá um show como James Stephens. Ele nos proporciona extrema qualidade não apenas técnica, mas sua interpretação também está impecável como o marido da protagonista.

1

Orlando Drummond

Orlando Drummond

Sgto. Demetrio Lopez Garcia
Henry Calvin

Zorro

Um dos maiores destaques da carreira de Orlando Drummond, o Sargento Garcia foi eternizado com um jeitão levemente abobalhado, voz grave e muita simpatia. Drummond mais uma vez se supera ao fazer o adorável vilão da série Zorro tanto na dublagem da Herbert Richers quanto na da AIC – São Paulo.

Leia Também:  Baú da Dublagem: A Escuna do Diabo.
Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *