Notícias Vida Real

Projeto “Alô, Quem Fala?” pretende arrecadar dinheiro para o setor de dublagem.

Fãs podem entrar em contato com seus dubladores favoritos por meio de doações.


Durante o isolamento social o mercado da dublagem vem sendo fortemente afetado, pois inúmeros trabalhos foram paralisados. Em um levantamento feito, 72,3% dos dubladores se consideram do grupo de risco ou vivem com alguém que seja.

A maioria dos artistas e técnicos não conseguiram a ajuda do auxílio emergencial e mesmo com a nova perspectiva do home studio, muitos não têm condições financeiras para adquirir o equipamento mínimo necessário para atender essa demanda.

Dessa forma, após a assembleia virtual para adotar o home studio, uma Comissão de Gerenciamento de Soluções foi criada para dar todo tipo de suporte aos profissionais técnicos e artistas. Essa comissão criou o projeto Alô, Quem Fala?, por meio do qual fãs podem entrar em contato com seus dubladores favoritos por meio de doações. O intuito do projeto é arrecadar doações para a criação de um fundo de auxilio emergencial para dubladores, técnicos e possíveis colaboradores que atuam no mercado.

O projeto estima que se chegar a R$15.000,00, conseguirá pagar contas de necessidades básicas, alugueis e comprar cestas básicas, além de montar 4 Home Studios para pessoas do grupo de risco.


O Alô, Quem Fala? está no ar pelo Catarse e já é possível doar 20 reais. A companha fica aberta até o dia 18 de agosto e as recompensas vão desde áudio personalizado até uma ligação do dublador escolhido no seu telefone.

Leia Também:  SAMM 2019 tem a presença de Wendel Bezerra.
Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *