20 Loops Por Hora Colunas

A vida Passa Rápido Demais

Me lembro como se fosse ontem quando recebi uma ligação da Telecine me passando um horário grande, algo do tipo de 9h às 18h. Pensei: “Opa, é protagonista!”. Ao chegar lá, o José Santana disse: “É aquele seu boneco do Feitiço de Áquila”.

Curtindo a Vida… não foi um grande sucesso no cinema. Lem-bro de ter comentado: “É o filme do garoto que mata aula, né?” Gravamos o filme todo em um dia. Foi bem divertido.

Uma vez em uma entrevista no Jô eu disse: “se eu soubesse que esse filme seria um ícone teria caprichado mais”. E é verdade. Dublagem tem muito disso. A gente chega e faz. A galera da internet caiu de pau em cima de mim, mas continuo com a mesma opinião. 

Ferris Bueller, o lendário protagonista de Curtindo a Vida Adoidado.

Mi-mi-mis à parte. O que me surpreende é ver como realmente a vida passa rápido demais. Parece que tudo isso foi ontem.


Me lembro bem do Santana curtindo dirigir e se divertindo com a gente. Dele chamando o Sérgio Galvão em cima da hora pra substituir o Domicio Costa, que teve um problema. Lembro do prazer de ter colegas que já se foram, como Rodney Gomes, Júlio Cesar e Maralise dividindo a bancada comigo, na época em que se dublava todo mundo junto, e do Marcelo Meirelles du-blando aquele cara que ninguém fazia ideia que era o Charles Sheen.

Muitas saudades, mas a Sessão da Tarde não nos faz esquecer desses momentos maravilhosos. Mesmo sem receber um tostão de direitos de intérprete!

Leia Também:  Prestes a fazer 100, Orlando Drummond é destaque no Fantástico desse domingo.
Nizo Neto
Nizo Neto
Ator, dublador, mágico, blogueiro e nas horas escreve para o DB - Dublagem Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *