Notícias Vida Real

Morre João Acaiabe, a voz do Rafiki em Rei Leão.

Ator interpretou o Tio Barnabé do “Sítio do Picapau Amarelo” e Chico de “Chiquititas”.


Morreu em São Paulo, na noite de quarta-feira (31), aos 76 anos, vítima da Covid-19, o ator João Acaiabe. Ele tinha testado positivo no dia 15 de março, período em que a capital paulista começava a vacinar os idosos.

O quadro de saúde piorou e ele foi internado no Hospital Sancta Maggiori, na Mooca, no dia 21. No ano passado, o ator informou em entrevista que havia sido diagnosticado com insuficiência renal e estava na fila por um transplante de rim. Acaiabe foi intubado na manhã desta quarta-feira (31) e faleceu após sofrer duas paradas cardíacas.

O sepultamento acontecerá na cidade de Espírito Santo do Pinhal, na região de Campinas, interior de São Paulo, onde nasceu.

João Acaiabe iniciou sua carreira artística ainda na adolescência, trabalhando como locutor de rádio. Atuou em 4 novelas na TV Tupi, antes de ir para a TV Cultura, entre 1978 e 1983, onde conquistou destaque no programa infantil Bambalalão, onde contava histórias para as crianças da plateia.


Chegou à Rede Globo, em 1985, para fazer Benedito Tenda dos Milagres. No ano seguinte recebeu o prêmio máximo do Festival de Gramado por sua atuação no curta-metragem O Dia em que Dorival Encarou a Guarda. Participou de mais de 20 filmes.

Entre 2001 e 2006, deu vida ao Tio Barnabé, no Sítio do Picapau Amarelo, e, em 2018, participou da novela Segundo Sol como o pai de santo Didico, na TV Globo. Entre 2013 e 2015, atuou como Chefe Chico, no remake de Chiquititas, no SBT.

Na Dublagem


Em 2019 foi escolhido para emprestar sua voz ao personagem Rafiki no remake de Rei Leão. O personagem que em sua versão original teve a voz do dublador Pietro Mário (falecido em agosto de 2020), conseguiu uma interpretação elogiada pela crítica também na voz de Acaiabe.

Leia Também:  Funimation estreia versão dublada de Demon Slayer.

O trabalho de dublagem realizado pela TV Group Digital, também contou com outros grandes nomes como: Ícaro Silva, Saulo Javan, Rodrigo Miallaret, Ivan Parente e Glauco Marques e teve a direção de Fábio Azevedo.

Redação
Redação
Equipe do DB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *