20 Loops Por Hora Matérias

Um Adeus a Monjardim...

Vou falar uma coisa… Tá difícil, viu? Quando eu dizia que senti demais a morte do Drummond, mas que difícil mesmo pra mim seria encarar a morte do Mário Monjardim, meu grande padrinho, mestre e, acima de tudo, minha grande inspiração na dublagem. Monja se foi…

Uma coisa absolutamente absurda! Monja foi o cara que mais acreditou em mim na dublagem. Ele me apresentou ao Herbert Richers, que me contratou na hora. Minha primeira dublagem na Herbert foi com ele, assim como meu primeiro personagem fixo em série e meu primeiro convidado.

Tive o privilégio de ser dublado por ele no quadro Bruce Kane, no Chico Anysio Show. Fomos sempre muito próximos, ele me tinha como um filho e, claro, eu o via como um pai. Na minha opinião, o maior comediante da dublagem, com seu jeito solto e sua capacidade incrível de improviso. Como eu disse, foi minha grande inspiração. Meu coração tá apertado, muito triste com sua ida.

Na foto abaixo foi quando ele foi me assistiu em um show de humor e eu, como não poderia deixar de fazer, anunciei sua presença e pedi que ele falasse “Scooby Doo, meu filho, onde está você?!” para o delírio da plateia!


Nessa outra foto abaixo são os principais trabalhos que fiz com ele:

Deixo aqui um beijo pro Julinho, Mário, Branca e toda família desse cara incrível, que vai deixar muita saudade… Pode ir, Salsicha, que seu amigo Scooby tá te esperando no céu!

Leia Também:  20 Loops Por Hora - A Vida Passa Rápido Demais
Nizo Neto
Nizo Neto
Ator, dublador, mágico, blogueiro e nas horas vagas escreve para o DB - Dublagem Brasileira.

One Reply to “

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *