Notícias Vida Real

Delart retoma suas atividades gradualmente.

Após 40 dias de portas fechadas um dos maiores estúdios de dublagem do Rio reinicia suas atividades.


Nesse período de confinamento, ficar em casa significa para muitos passar grande parte do tempo vendo televisão. Como hoje a preferência do público é assistir programas com som em português, a dublagem passou a ser fundamental.

No começo de março praticamente todos os estúdios fecharam suas portas por conta do decreto que orientava  que alguns setores não funcionassem, exceto serviços indispensáveis. O acúmulo de produções para serem dubladas começou a crescer e muitos títulos chegaram sem dublagem aos canais e streamings e outros tiveram seus lançamentos adiados.

Ontem (27) a Delart, um dos maiores estúdios do Rio de Janeiro, com clientes como Netflix, Amazon, HBO, Warner, Paramount, Sony e Paris Filmes,  retornou com suas atividades após 40 dias de paralisação. “Não podemos ter descuido com as normas de segurança e os protocolos de higiene. Nós reduzimos os horários, não iniciamos e terminamos no mesmo horário e não produzimos o mesmo volume neste momento.“, afirma Manolo Rey, um dos diretores do estúdio.

Para retomar as atividades, a Delart e outros estúdios que já estão retornando,  contrataram empresas de sanitização com certificado da Anvisa e adquiriram itens de higienização como álcool gel 70%, máscaras, toucas, luvas, sabonetes bactericidas, entre outros itens. “Vamos aos poucos até os profissionais terem segurança e se sentirem aptos a realizarem o trabalho”, explica Manolo.


Apesar disso, muitos dubladores se negam a voltar às atividades por conta das recomendações dos profissionais de saúde para que o isolamento social permaneça.

Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *